(Testeira) Imagem do Ministério da Saúde
 SI-PNI - Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações
Imagem DATASUS Clique para acessar o Portal do DATASUS Clique para acessar a pagina inicial do site do SI-PNI Clique para acessar a pagina Fale Conosco para enviar seu E-mail Clique para acessa MSBBS Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Preto e Branco
Clique para acessar o Portal do DATASUS Clique para acessar o Portal do Ministério da Saúde (Testeira) Imagem  bandeira do Brasil. Imagem do Portal do SI-PNI. Clique para Adicionar a Favoritos Calendário de Vacinação do Adolescente

Calendário de Vacinação do Adolescente (1)

IDADE

VACINAS

DOSES

DOENÇAS EVITADAS

De 11 a 19 anos (na primeira visita ao serviço de saúde)

Hepatite B

1ª dose

Contra Hepatite B

dT  (Dupla tipo adulto) (2)

1ª dose

Contra Difteria e Tétano

Febre amarela (3)

Reforço

Contra Febre Amarela

SCR (Tríplice viral) (4)

dose única

Contra Sarampo, Caxumba e Rubéola

1 mês após a 1ª dose contra Hepatite B

Hepatite B

2ª dose

contra Hepatite B

6 meses após a 1ª dose contra Hepatite B

Hepatite B

3ª dose

contra Hepatite B

2 meses após a 1ª dose contra Difteria e Tétano

dT (Dupla tipo adulto)

2ª dose

Contra Difteria e Tétano

4 meses após a 1ª dose contra Difteria e Tétano

dT (Dupla tipo adulto)

3ª dose

Contra Difteria e Tétano

a cada 10 anos, por toda a vida

dT (Dupla tipo adulto) (5)

reforço

Contra Difteria e Tétano

Febre amarela

reforço

Contra Febre Amarela


(1) Adolescente que não tiver comprovação de vacina anterior, seguir este esquema. Se apresentar documentação com esquema incompleto, completar o esquema já iniciado.

(2) Adolescente que já recebeu anteriormente 03 (três) doses ou mais das vacinas DTP, DT ou dT, aplicar uma dose de reforço. É necessário doses de reforço da vacina a cada 10 anos. Em caso de ferimentos graves, antecipar a dose de reforço para 5 anos após a última dose. O intervalo mínimo entre as doses é de 30 dias.

(3) Adolescente que resida ou que for viajar para área endêmica (estados: AP, TO, MA, MT, MS, RO, AC, RR, AM, PA, GO e DF), área de transição (alguns municípios dos estados: PI, BA, MG, SP, PR, SC e RS) e área de risco potencial (alguns municípios dos estados BA, ES e MG). Em viagem para essas áreas, vacinar 10 (dez) dias antes da viagem.

(4) Adolescente que tiver duas doses da vacina Tríplice Viral (SCR) devidamente comprovada no cartão de vacinação, não precisa receber esta dose.

(5) Adolescente grávida, que esteja com a vacina em dia, mas recebeu sua última dose há mais de 5 (cinco) anos, precisa receber uma dose de reforço.  A dose deve ser aplicada no mínimo 20 dias antes da data provável do parto. Em caso de ferimentos graves, a dose de reforço deve ser antecipada para cinco anos após a última dose.